Como descobrir o meu público alvo?

Você terminou de escrever o seu livro e não sabe qual a melhor maneira de publicá-lo e muito menos quem serão seus possíveis leitores? Saiba que conhecer o seu público é muito importante, já que, com essa informação, você conseguirá decidir a sua plataforma de publicação, o preço do seu livro, a forma como ele será divulgado e muitas outras coisas.

Hoje vamos compartilhar algumas maneiras de descobrir o seu público alvo.

1- Use a internet!

Se você é ativo em suas redes sociais e tem uma conta comercial no Instagram, você consegue saber algumas informações, como a média de idade, região e gênero das pessoas que te seguem. Isso te ajudará muito na hora de direcionar seu conteúdo, seja ele um livro ou a divulgação do mesmo.

2- Pesquise sobre o gênero que você escreve.

Ainda bem que a internet existe hoje em dia, não é mesmo? Pesquisar sobre o gênero que você escreve é muito importante. Desde as preferências sobre o visual do livro, idade das pessoas que mais leem o gênero que você escreve até as plataformas que o seu público utiliza para consumir literatura, são informações determinantes para decidir onde e como publicar seu livro.

Vamos dar um exemplo: O relatório Listen & Read: The battle for attention, disponível no PublishNews, afirma que Audiolivros e podcasts são muito populares entre as gerações X (40-55 anos), Y (25-39 anos) e Z (16-24 anos). Já a geração “Baby Boomers” (56 anos e mais) prefere os livros físicos. Isso não significa que publicar seu livro físico para o público jovem seja ruim, apenas mostra que existem outras maneiras de publicar e ser conhecido caso os livros físicos ainda não sejam uma realidade para você.

3- Tenha perfis em redes sociais feitas para leitores.

O Wattpad e o Skoob, por exemplo, são plataformas que disponibilizam leitura gratuita e uma interação próxima e eficiente entre leitores e escritores. Você pode pesquisar sobre o seu público alvo escrevendo contos e observando quem são seus leitores ou lendo contos de outros escritores do mesmo gênero que você e analisando quem são as pessoas que chegam até eles. Isso te trará uma noção muito grande sobre quem é o seu público, e o melhor de tudo, de graça!

Essas foram três dicas básicas para você conhecer seus leitores, esperamos que a partir daqui, a sua jornada de publicação seja mais fácil.

Obrigada pela atenção e até o próximo post! ❤

{BEDA dia 19} Inspiração e transpiração

Cursor piscando. Tela em branco. Respira. Talvez mudar a mídia seja uma boa ideia, quem sabe no bloco de notas do celular apareça alguma coisa. Nada. A velha máquina de escrever do meu pai riria de mim. Inspira. Vamos tentar à moda antiga. Papel, lápis, caneta, borracha, todos eles me julgam. Nenhuma palavra. Nem uma […]

{BEDA dia 19} Inspiração e transpiração

5 Coisas que você precisa saber antes de criar um blog literário

Muita gente diz que o tempo dos blog já passou, que ninguém mais acessa conteúdo de blog, que hoje todo mundo só consome conteúdo do youtube e do Instagram. Na verdade, desde 2015 antes de criar este blog aqui, eu já lia frases desse tipo. Sinceramente, acredito que os blogs continuam vivos e que sempre […]

5 Coisas que você precisa saber antes de criar um blog literário

O que todo escritor de ficção deve saber!

Você sabia que existem algumas coisas que todo escritor de ficção deve saber?

Existem alguns pontos necessários que um autor de ficção precisa se atentar na hora de começar a colocar suas ideias no papel, já que, este gênero literário exige uma imaginação fértil e muita originalidade.

1- Leia muitos livros de ficção!

Se você ainda está germinando a ideia de escrever uma ficção, saiba que ler muitos livros desse tipo é excelente para que sua imaginação comece a trabalhar. Procure autores que são referências do gênero e não economize tempo para leitura. Só não se esqueça, busque inspiração mantendo sua originalidade.

2- Escrever textos bons, exige perspectiva.

Para dar vida a uma história que não seja superficial, você deve enxergar o que parece óbvio de maneira diferente. Escritores sentem e observam de formas únicas, e é desse talento que as boas histórias nascem.

3- Uma boa ficção precisa de bons personagens.

Não adianta ter o enredo perfeito, se seus personagens não têm profundidade para protagonizá-lo. Invista em técnicas para deixar seu personagem marcante, as melhores dicas para isso são, pesquisar e ter uma boa fonte de inspiração.

4- Bons personagens merecem viver boas histórias.

Também não vale criar personagens maravilhosos para viverem uma jornada superficial. Uma ficção bem escrita, exigirá muita técnica e dedicação.

5- Escreva o que te trouxer prazer!

Não comece a escrever uma história cheia de zumbis se o que você realmente gosta é de vampiros. Jamais busque escrever temas que estão em alta buscando visibilidade. Um bom livro deve ser escrito com paixão. Caso contrário, não irá conquistar muitos leitores.

Agora que você já conhece as peças fundamentais, já pode começar a trabalhar para escrever sua ficção de uma maneira que conquistará os leitores desde o início!

Muito obrigada por ler até aqui!

Nossos orgulhos!

Com muito brilho nos olhos, hoje contamos a vocês que Josi Guerreiro e Tiago Carvalho, alunos Hardcover foram aprovados para participar da próxima antologia da Lura Editorial, “Ano Zero”.

Sobre a Antologia

Alguns anos após o grande mal que se estendeu sobre a Terra, sem qualquer controle, envolvendo pessoas, empresas e o fluxo de informações, a maioria da população não sobreviveu. Migraremos para as colônias interplanetárias ou permaneceremos numa Terra decadente e dizimada?

Como descrever o mundo reiniciado? O que é sobreviver após a destruição? Alianças, confiança, ameaças, segurança, tudo está abalado. O que é bom ou mau? O que pode mudar para sempre a percepção da realidade? Desfrutaremos de um mundo melhorado, ou afundaremos ainda mais devido aos erros dos laboratórios bioquímicos clandestinos?

Rastreamento e identificação por meio de implantes definirão quem está curado? Novas normas de comportamento serão adotadas e, devido ao contágio, desenvolveremos máquinas interligadas, autômatas, superinteligentes e aptas a tomar decisões que podem afetar todos nós? Inteligências Artificiais atingirão a autoconsciência para moderar e assombrar o ciberespaço?

Essas são as perguntas que chicoteiam nossa mente nos dias atuais. Como seria o Ano Zero?

Acompanhe os autores nas redes sociais:

https://www.instagram.com/autora_josi_guerreiro/

https://web.facebook.com/autoraJosiGuerreiro/

https://www.instagram.com/tiagocarvalho_arte_criacoes

Acompanhe o trabalho da Lura Editorial:

https://www.instagram.com/lura_editorial

Para saber mais sobre a Antologia e a participação dos nossos alunos, acompanhe nosso blog e redes sociais!

Um abraço e até o próximo post!